quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Dom da Maternidade


S A U D A D E tem nomes...



Abre-se um céu no 💝,
O Amor se materializa,
De repente tudo ameniza,
O Amor se eclode em explosão.

Desabrocha o ser por inteiro,
Ela emana perfume de canteiro,
Do seu lar é a rainha e serve pura,
Não há no mundo maior e linda ternura...

Deus, na sua Misericórdia, 
Resolveu ouvir Intercessão da Mãe,
Disseminou do seu lar toda discórdia,
Fez o seio maternal florescer e ser mãe.

Dose tripla de belo Amor
Um grande e sublime penhor,
Deus emprestou filhos com esplendor,
Da maternidade, é grande Mestre Senhor.

Ser avó é ter um duplo contentamento,
Neto não será um peso ou tormento,
Deus nos dá, com ele,  livramento,
Deixa nosso 💝  bem a contento.

Filha reparte com sua mãe Amor dos filhos,
Ciúme não cabe no Amor, não tem sentido,
Tudo se torna festa quando se ama e se doa
Gestos de carinho são muito bem-vindos!

Mãe se realiza com a felicidade de seus filhos...

A maternidade é um imenso jardim,

Ela, minha flor predileta, cheira a jasmim.



Uma semana de comemoração... 
De estarmos bem juntinhos,
Envoltos em pura emoção
Haja saudável coração!

Mamãe fica até cansadinha...
Shopping, praia, petiscos, 
Risos, dengos, afagos,
Eita, é boa farrinha!

Amor de mãe é exagerado,
Tem tudo de esmerado...
Deixa o corpo cansado,
Coração extasiado...

Filho cresce, mas Amor permanece,
A vida, à mãe,  nunca enlouquece...
Cada vez mais, o Amor só enternece,
No carinho materno, Amor aquece.

Mãe que ama, ao Grande Amor de Deus engrandece.


quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Milagre da Maternidade

Tornou-se também mãe de uma menina por milagre do céu,

Alcançou graça pedida à sua Mãezinha do céu, não ao léu!

Doce encanto de ternura, muita meiguice no coração delas,

Eram mãe, filha sonhadoras, amigas irmãs, mulheres belas.



Amavam-se, passeavam, essa era a beleza entre elas,

Permaneciam em seus castelos, viviam suas quimeras,

Cresciam ambas em sabedoria e graça diante de Deus,

Bálsamo era à mulher solitária; vivia um cruel adeus. 

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Tesouros Salvos



Sobreviver às intempéries da vida sem reclamar é um dos maiores segredos dos que superam as vicissitudes.

Bravura emocional: Tudo dá errado... não se achar desafortunado, mal-sucedido, destinado a ser um derrotado... reagir!

É preciso audácia para fugir quando for necessário e ousadia para enfrentar quando for imperativo.
(Não se dar ao luxo de reclamar...)

Apesar de perder tudo materialmente, o seu verdadeiro tesouro estava intacto: seus filhos!

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

'Apenas' Mãe



"Após o falecimento do pai, o filho colocou a sua mãe em um asilo, e a visitava de vez em quando.
Um dia, recebeu uma ligação do asilo, informando que ela estava morrendo. O filho foi correndo para ver a sua mãe antes que ela falecesse. Chegando perto da mãe, perguntou para ela: O que quer que eu faça por você mãe?
Disse a mãe: Quero que você coloque ventiladores no asilo porque eles não têm, e quero que você compre geladeiras também, para que a comida não estrague, muitas vezes dormi sem comer nada!
O filho disse surpreso: Mas agora está pedindo essas coisas, enquanto está morrendo? Porque não reclamou antes?
A mãe respondeu triste: Eu me acostumei com a fome e o calor, mas o meu medo é você não se acostumar quando seus filhos colocarem você aqui, quando estiver velho!”

Aquela que Ama é



"Não se vê o rosto do outro, o gesto de mal-estar, de vergonha, de humilhação que produzem a falta de discrição, o humor irônico, o rir de coisas que, para ela, são sérias, a condenável ignorância do mau momento pelo qual a faz passar.
(Exupéry)




"Veja, o que acontece é que me sinto mal porque meus filhos cresceram e não os reconheço, às vezes..."
(Exupèry)


"Quando vocês eram pequenos, encantavam a casa toda. 
(Exupèry)




"Ter tempo para a família é o único investimento duradouro da vida.
(Exupèry)



"Se eu tivesse mais sessenta anos... oro a caminhando passo a passo em direção a você três, meus filhos AMADOS e lindos da vó... e a  vocês, meus netinhos...
(Exupèry)




“Os filhos ficam sempre no corpo da gente, como as tatuagens…” 
(ANA MARGARIDA DE CARVALHO)




Customizado por Meri Pellens.