sexta-feira, 18 de março de 2016

Minha Primeira Maternidade



Maternidade
Há exatos quarenta e dois anos, fui mãe pela primeira vez. Hoje é festa!
Foi o mais lindo dia de toda minha vida desde menina.
Me recordo da minha primeira Eucaristia, foi lindo também e me vesti de noivinha... dia inesquecível!
Mas, depois veio minha festa de quinze anos, foi lindinha também.
Aí entra a vez do nascimento do primeiro filho... parece que foi ontem e tantos anos já se passaram...

Meu menino foi chamado por mim de MEU PRÍNCIPE... tinha o apelido de NIELZINHO... e assim o foi durante muito tempo.
Ele sempre foi alegre e mimado mas, quando cresceu, saiu um menino sério, com um estupendo senso de humor herdado do avô materno, responsável mas sensível, educado, com um enorme senso de família...
Foi sempre muito carinhoso, quando chegava de viagem do RJ ao ES, vinha carregado de coisas em seu carro... pensava em todos da família, muito preocupado em agradar sinceramente a todos, tanto a mim como aos irmãos.
Como militar que é, tem um jeitão meio "duro"... mas se "derrete" diante dos mais nobres sentimentos, como por exemplo: diante de seu filhinho e meu netinho, se torna uma doçura.
Seus companheiros de trabalho o consideram batalhador e o respeitam muito. Tem o Dom da oratória e da escrita.
Gosta muito de estudar, nisso ele saiu a mim também (o fato de gostar dos estudos me encanta).
Hoje estamos juntos, vamos comemorar como ele gosta: só em família... não pode faltar a musse de maracujá e o pavê de chocolate com bombons...
Gosta quando faço pães caseiros e lhe presenteio... especialmente os de erva doce...
Na Páscoa, se delicia com os diversos chocolates que faço, bombons... adora doces, como eu também e os demais da família.
Falar de ser mãe é simplesmente dizer que, para a mãe, os filhos serão sempre pequeninos, como se não crescessem, é assim que sinto dentro do meu coração.
Ele conserva seu jeitinho de menino, rosto bonito, sorriso largo, tem uma particularidade que é o fato de me dar a cabeça pra eu beijar... sempre que chega perto de mim... e que com abraço diferente me aperta quando se vai.
Peço a Deus que me permita sempre continuar saboreando ser mãe... é o que de mais lindo ELE me deu: a MATERNIDADE.
É um amor sem limites... e sem concessões...
Ele é a minha reserva de amor.
Muito obrigado, meu filho e que Deus possa sempre continuar lhe abençoando.
O fato de você ter nascido foi para mim tão maravilhoso e realizador que quero lhe retribuir amando você com toda ternura de mãe e com toda intensidade do meu coração.
Deus te faça feliz e abençoado sempre.


HOJE É DIA DE BOLO DE CHOCOLATE COM BRIGADEIRO...


Seu primeiro e segundo nomes foram dados pelo significados: Profeta de Deus e Reino da Paz...
Foi filho único durante 5 anos... dedicação exclusiva... em tempo integral...
Vejo nele muitas repetições minhas... parece uma "xerox"...
Apesar de ser dia 18... estou em festa no coração...
Muita gratidão há em meu peito pelo fato de, desde os meus 18 anos, o Senhor ter-me dado o direito de gerar um filho... e não interromper sua vida em meu útero... que se fez materno...
Foi o meu primeiro sonho de amor...
Um bom menino, apesar de ter sido "levadinho da breca" (como dizia meu pai)...
Inteligente... muito honesto...


Mas, com o passar do tempo... sou eu que fico a um metro de distância dele... tal é o seu largo coração afetuoso...
Hoje meu coração jorra a alegria de ter feito uma boa decisão há 36 anos atrás... com tão pouca idade... graças dou ao meu Deus da Vida que gera a vida e sempre impulsiona em prol da vida... SEMPRE!
Sou muito feliz de ter gerado um filho tão carinhoso e competente... querido por muitos... respeitado por tantos...
Sua noção de família herdada de meu saudoso pai... devo destacar com carinho...
O seu jeito peculiar de oferecer-me a cabeça para que o beije na entrada e saída...
A sua luta árdua pela busca da felicidade pessoal e de todos...
Será a quem saiu?
A sua cordialidade no trato com os demais... a sua afetividade tão rica...
A sua honestidade que lhe dificulta, hoje em dia, permanecer por muito tempo, com dignidade, numa assessoria profissional... na sua carreira militar de Oficial da Segurança Pública...
Os dois lutamos até o fim, cada qual na sua área... mas o profissionalismo por vocação creio nos foi herdado e assumido, portanto...
Filho, seja feliz e abençoado, como pai, esposo, filho e pessoa humana linda que você foi, é e sempre será!
Parabéns!
Viva a vida!
Alegre-se, meu querido, você tem tudo para ser muito feliz.
Muitos o admiram, lembre-se sempre disto...
E nunca se esqueça: TE AMOmeu lindo príncipe, que um dia nasceu para alegrar meu coração que é sempre muito triste sem você!
Há 42 anos sou muito mais feliz...

sexta-feira, 11 de março de 2016

Não Renunciar a quem Amamos!



"Você pode ter defeitos, ser ansioso, e viver alguma vez irritado, mas não esqueça que a sua vida é a maior empresa do mundo. 
Só você pode impedir que vá em declínio. 
Muitos lhe apreciam, lhe admiram e o amam. 
Gostaria que lembrasse que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, uma estrada sem acidentes, trabalho sem cansaço, relações sem decepções. 
Ser feliz é achar a força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor na discórdia. 
Ser feliz não é só apreciar o sorriso, mas também refletir sobre a tristeza. 
Não é só celebrar os sucessos, mas aprender lições dos fracassos. 
Não é só sentir-se feliz com os aplausos, mas ser feliz no anonimato. 
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões, períodos de crise. 
Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista para aqueles que conseguem viajar para dentro de si mesmo. 
Ser feliz é parar de sentir-se vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.
 É atravessar desertos fora de si, mas conseguir achar um oásis no fundo da nossa alma. É agradecer a Deus por cada manhã, pelo milagre da vida. 
Ser feliz, não é ter medo dos próprios sentimentos. 
É saber falar de si.
É ter coragem de ouvir um "não". 
É sentir-se seguro ao receber uma crítica, mesmo que injusta. 
É beijar os filhos, mimar os pais, viver momentos poéticos com os amigos, mesmo quando nos magoam. Ser feliz é deixar viver a criatura que vive em cada um de nós, livre, alegre e simples. 
É ter maturidade para poder dizer: "errei". 
É ter a coragem de dizer:"perdão". 
É ter a sensibilidade para dizer: "eu preciso de você". 
É ter a capacidade de dizer: "te amo". 
Que a tua vida se torne um jardim de oportunidades para ser feliz... 
Que nas suas primaveras seja amante da alegria. 
Que nos seus invernos seja amante da sabedoria.
E que quando errar, recomece tudo do início. 
Pois somente assim será apaixonado pela vida. 
Descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. 
Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. 
Utilizar as perdas para treinar a paciência. 
Usar os erros para esculpir a serenidade. 
Utilizar a dor para lapidar o prazer. 
Utilizar os obstáculos para abrir janelas de inteligência.  
Nunca desista...
Nunca renuncie às pessoas que lhes ama. 
Nunca renuncie à felicidade, pois a vida é um espetáculo incrível".

(Papa Francisco)


sexta-feira, 4 de março de 2016

Customizado por Meri Pellens.