domingo, 18 de outubro de 2015

Meus Pequenos




"QUANDO VOCÊS ERAM PEQUENOS ENCANTAVAM A CASA TODA".
(Exupèry)


Eu compreendo os meu filhos, mas se não o faço, procuro logo esforçar-me por fazê-lo... Eles são a prioridade em meu viver...


Velo e rogo por eles dia e noite.
Eles têm aflições.. alegrias... compartilham umas, outras nem é preciso, eu vejo... escuto... observo...

O amor de mãe se revela de diversas formas... distintas.. é pessoal... e personalizado... não é coletivo... em grupo... é um amor distinto para cada filho pois cada um tem uma medida distinta de recebimento...

Oro, sem cessar, por eles...
Maria Santíssima intercede por mim quando eu falho...

O mínimo que posso fazer é amar e, como consequência deste amor, ainda que humilde, muitas outras coisas virão como decorrência deste pequeno gesto tão grande...
Sinto falta dos meus filhos... sempre...
Quando estão todos juntos parece que vivo o céu... mesmo dando um giro total em minha vida... passo de um jeito de viver (solitária) ao outro, radicalmente distinto...
Mas... a SAUDADE infinita fica quando se vão...

A SAUDADE, como li e "ouvi" num escrito, é O AMOR QUE SE VAI...
Eles se vão, mas ficam dentro do meu coração e é para sempre...

Filhos, amo vocês... e é eterno!

2 comentários:

  1. Esse amor é lindo, maravilhoso e nunca acaba! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Amiga,
    O amor de mãe é incomensurável!
    Amar sem medida!
    Uma pérola o seu "post"!
    Beijinhos e um bom domingo.
    Ailime

    ResponderExcluir

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.