segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Filhota amada


Mt 23,37

O meu lar
Quero sentar-me à beira do riacho
Das tardes ao cair,
E sozinho chamando no crepúsculo
Os sonhos do porvir!
(Casimiro de Abreu)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.