domingo, 29 de setembro de 2013

Filha gatinha




O sofrimento da ostra cria uma bela pérola.

O meu lar

Minha acampa será entre as mangueiras,
Banhada do luar,
E eu contente dormirei tranquilo
À sombra dos meu  lar!
(Casimiro de Abreu)

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Bonequinha Mimada




A melhor coisa da vida:
Amigos que a gente faz... os filhos que a gente tem...

O meu lar

Quero morrer cercado dos perfumes
Dum clima tropical,
E sentir, expirando, as harmonias
Do meu berço natal!
(Casimiro de Abreu)



quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Recordando os gostos



O meu lar

Se eu tenho de morrer na flor dos anos,
Meu Deus! Não seja já!
Eu quero ouvir na laranjeira, à tarde,
A voz do sabiá!

(Casimiro de Abreu)




segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Filhota amada


Mt 23,37

O meu lar
Quero sentar-me à beira do riacho
Das tardes ao cair,
E sozinho chamando no crepúsculo
Os sonhos do porvir!
(Casimiro de Abreu)



sábado, 21 de setembro de 2013

Data especial


O meu lar

Quero dormir à sombra dos coqueiros,
As folhas por dossel;
E ver se apanho a borboleta branca,
Que voa no vergel!
(Casimiro de Abreu)




quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Vovozando



Meu filho cresceu e, quando voltou, me trouxe um netinho "bonitão"...
Eles crescem e a gente passa...

O meu lar

Quero ver esse céu da minha terra
Tão lindo e tão azul!
E a  nuvem cor de rosa que passava
Correndo lá do sul!
(Casimiro de Abreu)

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Filha, tudo de bom



Quando uma mulher dá a lua uma criança, influencia o curso da história.


O meu lar

Dá-me os sinos gentis onde eu brincava
Lá na quadra infantil;
Dá que eu veja uma vez o céu da pátria,
O céu do meu Brasil!
(Casimiro de Abreu)



domingo, 15 de setembro de 2013

Filhos


Mt 23,37


"Não terá algum dia o filho pródigo pensado que seu pai haveria de esperá-lo e subir à tona para olhar o caminho por onde o filho deveria voltar?
Tu te pões a rezar, dizes. Mas já o Pai espera por ti e te vê chegar. Se ele te chamasse com o pai humano costuma chamar, faltar-lhe- ia algo da condição de pai: pois o pai permanece em silêncio enquanto o filho leva sua vida; mas quando o filho levanta a cabeça e vai em busca do pai, logo ele se depara com seus olhos, que já o haviam avistado."


sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Natal feliz



O sofrimento de um filho suga a nossa alma.

O meu lar

Se eu tenho de morrer na flor dos anos,
Meu Deus! Não seja já!
Eu quero ouvir na laranjeira à tarde,
Cantar o sabiá!
(Casimiro de Abreu)



Que nossos filhos, quais plantas viçosas cresçam sadios e fortes floresçam.

As nossas filhas, colunas robustas.

Que um artista esculpiu para o templo.

(Sl 144,12)

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Filhos


Mt 23, 37


"Se você quer que seu filho seja brilhante, conte a ele contos de fadas. Se você o quer muito brilhante, conte-lhe ainda mais contos de fadas”.
(Albert Einstein)

O meu lar

O país estrangeiro mais belezas
Do que a pátria não tem;
E este mundo não vale um só dos beijos
Tão doces duma mãe!
(Casimiro de Abreu)






segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Lindona


O meu lar

Meu Deus, eu sinto e tu bem vê que eu morro
Respirando este ar,
Faz que viva, Senhor! Dá-me de novo
Os gozos do meu lar!
(Casimiro de Abreu)



sábado, 7 de setembro de 2013

Alegria completando



Primeiro netinho

O meu lar

Se eu tenho de morrer na flor dos naos,
Meu Deus! Não seja já!
Eu quero ouvir na laranjeira, à tarde,
Cantar o  sabiá!
(Casimiro de Abreu)








quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Sorriso de Mãe


Glorifica o Senhor, pois reforçou com segurança as tuas portas e os teus filhos em teu seio abençoou.

O meu Brasil

É o Brasil que salta na crista da onda revolta e linda,
Jogando os braços nus para a vela enfunada;
O meu Brasil dos meus pescadores de Olinda,
Atirados ao mar num berço de jangada.

É o Brasil virgem e ingênuo, sem atavios,
Abrindo o coração ao sol como as corolas:
O Brasil lírico das toadas e desafios,
Que esconde a alma no bojo das violas.

É o Brasil pagão bárbaro e forte,
Humilde e  bom como ele sempre foi;
O meu Brasil dos Pastoris do Norte,
O Brasil do fandango e do Bumba meu boi.

O Brasil de alpercata e de chapéu de couro,
Ágil, nervoso, puro como nasceu,
Que tem na sua rede o ouro do seu tesouro,
E tem no seu cavalo a asa que Deus lhe deu.
(Olegário Mariano)











terça-feira, 3 de setembro de 2013

Vovó feliz



A avó

A avó, que  tem oitenta anos,
Está tão fraca e velhinha!
Teve tantos desenganos!
Ficou branquinha, branquinha,
Com os desgostos humanos.

Hoje, na sua cadeira,
Repousa, pálida e fria,
Depois de tanta canseira:
E cochila a noite inteira.

Às vezes, porém, o bando
Dos netos invade a sala...
Entram rindo e papagueando:
Este briga, aquele fala,
Aquele dança pulando...

A velha acorda sorrindo,
E a alegria a transfigura;
Seu rosto fica mais lindo,
Vendo tanta travessura,
E tanto barulho ouvindo.

Chama os netos adorados,
Beija-os, e, tremulamente,
Passa os dedos engelhados,
lentamente, lentamente,
Por seus cabelos doirados.

Fica mais moça, e palpita,
E recupera a memória,
Quando um dos netinhos grita:
O vovó! Conte uma história!
Conte uma história bonita!

Então,  com frases pausadas,
Conta histórias de quimeras,
Em que há palácios de fadas,
E feiticeira e feras,
E princesas encantadas...

E os netinhos estremecem,
Os contos acompanhando,
E as travessuras esquecem,
-Até que, a fronte inclinando
Sobre o seu colo, adormecem...
(Olavo Bilac)




domingo, 1 de setembro de 2013

Meus três jovens


ORAÇÃO DO JOVEM

Ó Cristo Jesus,
Tu foste jovem como eu.
Soubeste como ninguém;
viver os anos mais belos da tua vida.
Deste-me exemplo de uma juventude
sem sombras nem pesadelos.
conheces o meu coração
e as minhas aspirações.
Conheces também as minhas ansiedades
e sabes como é difícil ser jovem hoje.
Ensina-me a ser jovem:
Dá-me um coração bom e puro,
manso e humilde como o teu.
Purifica os meus pensamentos e desejos,
os meus olhares, palavras e acções.
Põe no meu coração:
os teus sentimentos de amor,
de entusiasmo e de disponibilidade,
para realizar a vontade do Pai.
torna-me capaz de anunciar
a Verdade, a Paz, o amor,
e de fazer de Ti o Coração do Mundo.
Quero, com a Tua ajuda,
testemunhar o Evangelho,
para que o mundo se torne mais belo,
e os homens vivam como irmãos,
Amém!





Customizado por Meri Pellens.