quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Férias


Espere no Senhor. Seja forte! Coragem! Espere no Senhor. 
(Sl 27,14)

Meu roçado

Bom inverno! Após a limpa
Todo o milho apendoou,
A mandioca escureceu;
O meu arroz cacheou;
Jirimum e feijão verde
Logo em casa se provou!


Agora nosso alimento
Tiramos lá do roçado,
Comemos tão satisfeitos
Do que foi por nós plantado...
Mesmo lembrando as fadigas
Que nos custou o bocado!

Se é preciso, a minha Joana
De milho faz  um angu;
Com dois paus de mandioca
No caso faz um beijo;
Se mais quer... traz do roçado
De macaxera um uru.

Sempre aqui a mesa posta,
Em breve, em breve o dinheiro!
Qu'importa, pesada renda,
Que m'importa o dizimeiro?
Inda assim! Hei de ter melhor
Para mais dum estaleiro!

Mais doce me corre a vida
Por causa do emu roçado
Ai, Joana, bem me dizias
Que um taco de chão plantado
É melhor do que a penúria,
De quem trabalha alugado?
(Juvenal Galeno)





Um comentário:

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.