domingo, 25 de agosto de 2013

Amigo do vovô


O amigão do vovô e meu...


Sempre gostou de brincar...

O meu Brasil

É o Brasil que, ao canto matinal do acorda vaqueiro,
Abre os olhos atônitos para a paisagem,
E, retesando os músculos de guerreiro,
Olha de frente o sol, como um touro selvagem.

É o Brasil de cocar e de tacape ao braço,
O ouvido  em terra ou a erguer as mãos ameaçadoras.
Para, num salto de jaguar, suster o passo
Das primeiras bandeiras invasoras.

É o Brasil campeador, o Brasil das guerrilhas
Dos Pampas, que à feição de centauros, avança
Pelos banhados e restingas e coxilhas
Peleando no entrevero a pontaços de lança.

É o Brasil que depois da luta e da inclemência
Volta aos pagos, vencendo a exaustão que o domina,
Para, sorvendo o mate amargo da Querência
Por a guaiaca e o coração aos pés da China.
(continua...)

(Olegário Mariano)

Um comentário:

  1. Bom dia Rosélia
    Lindo post minha querida.
    Um domingo pleno de amor e harmonia.
    Beijos com ternura e carinho.
    Gracita
    ” gracita mensagens”
    ”Casinha da Poesia”

    ResponderExcluir

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.