segunda-feira, 1 de julho de 2013

Meu bebezinho


O filho do meio é sempre muito bem vindo, igualmente!

Ele gosta de Lolo até hoje...


O trem de ferro

Um fino apito estridulo sibila;
Rangem as  rodas num arranco perro;
E, lentamente, a se arrastar, desfila,
Fumegante e luzente, o trem de ferro.

Soa no espaço um derradeiro berro,
E tão rápido corre que horripila
Este monstro, a rolar, de serro em serro,
Apavorando a solidão tranquila!

Vence choupanas, matagais, tristonhos,
Despenhadeiros, báratros, medonhos,
-Nada lhe amaina o rábido furor.

Corre, corre veloz, nada o embaraça,
Desfraldando a bandeira de fumaça,
Como um bravo guerreiro vencedor!
(Batista Cepelos)






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.