domingo, 16 de junho de 2013

Meu Filho, meu Amigo


O que gostava de brincar com o auto ban


Exaltação

Vai!
Sobe à montanha mais alta da tua terra;
Põe-te de joelhos sobre a elevada relva
Daquele morro distante - e deixa,
Lá de cima, cair sobre a alma atormentada
Dos homens, a alegria alvissareira
De tua alma brasileira!
E conta, lá do alto, a todos os ventos
E a todas as nuvens
Que passarem, o teu destino feliz,
A história encantada do teu país.

Conta-lhes que a tua terra é um agrande  flor morena,
Dourada de sol e perfumada de luar,
E que ela põe um sorriso de ternura,
No fundo de cada olhar;
Que ela é cheia de graça e de feitiço...
Como uma flor de lenda; que ela é simples,
Amável, fraternal, acolhedora,
E o que é a terra mais bonita e mais gentil
Que os teus olhos já viram. Conta-lhes tudo,
Tudo isso que os homens, as nuvens e os ventos,
Precisam saber do teu Brasil.

Vai!
Sobe à montanha mais alta da tua terra,
Para que a tua palavra de fé brasileira
Possa dali encher de alegria e esperança
A terra inteira!
(Correa Júnior)




Um comentário:

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.