domingo, 30 de junho de 2013

Balé infantil


Minha joaninha







Primavera

Bem cedo, mal rompe o dia,
Já estão gorjeando as aves
Os seus pipilos suaves
Em desusada alegria.

Vasto o campo se descobre,
Ondula, se estende e perde,
Todo verde, todo verde
Da nova relva que o cobre.

De toda banda invadidos
E cheios estão os ares
Do perfume dos mares
E dos jardins florescidos.

As aves erriça a pluma,
Varre osares e os refresca
O sopro da brisa fresca
Que tudo beija e perfuma.

A natureza se esmera
Em galas e enfeites novos,
Vi o sol, brotam renovos...
É a risonha primavera.

Que bem cedo acorda os ninhos,
As flores perfumes, enfolha
As árvores, folha a folha,
Onde cantam, passarinhos.
(Francisca Júlia e Júlio da Silva)




Da querida amiga Anne Lieri...





2 comentários:

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.