quinta-feira, 23 de maio de 2013

Rosa x pétalas


Mãe:
Eu sou a rosa sem pétalas
Filha:
Eu sou as pétalas da sua rosa.

Festa no brejo

A saparia desesperada
Coaxa, coaxa, coaxa.
O brejo vibra que nem caixa
De guerra. os sapos estão danados.

A lua gorda apareceu
E clareou o brejo todo.
Até a lua sobre o coro
Da saparia desesperada.

A saparia toda de Minas
Coaxa no brejo humilde.

Hoje tem festa no brejo.

(Carlos Drummond de Andrade)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.