segunda-feira, 27 de maio de 2013

Pão e Trigo



Mãe:

Eu sou o pão sem trigo
Filha:
Eu sou o trigo do seu pão.

Os sinos do Brasil colonial

À hora da ladainha,
Na torre da capelinha,
O sino bate, cantando:

Eu quero um vintém
Eu quero um vintém
Eu quero um vintém!...

Mas no ar doirado e brando,
Enche de sons os caminhos
A voz sonora dos sinos
Da Igreja dos capuchinhos:

Capuchinhos não tem
Capuchinhos não tem
Capuchinhos não tem!...

Não tem...
Não tem...
Não tem!...

A voz da capelinha:
Tem!...
A voz dos capuchinhos:
Não tem!...

E dentro da tarde linda,
Numa teima que não finda,
Lá vão os sinos cantando:

..Tem
-...Não tem...
Tem...
Não tem...
Tem...
(Marieta Leite)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.