terça-feira, 12 de março de 2013

A seiva da vida


Mãe:
Eu sou a mãe sem vida.
Filhos:
Eu sou a seiva de sua vida.

Mimi

Mimi deveras implica
Com gente que faz barulho;
É toda cheia de orgulho;
Parece pessoa rica.

É uma gatinha a Mimi,
Como as outras, que tem patas
porque é da raça das gatas...
Mas linda assim nunca vi.

Apesar de ser mansinha,
Dotada de índole boa,
Ela é a vaidade em pessoa,
O orgulho feito gatinha.

Mimi não gosta de pó:
Só se deita e repimpa
Em cadeira muito limpa,
A um canto da sala, só,

E sempre só, ali fica
Longe de todo o barulho,
Muito estofada de orgulho
Como uma pessoa rica.
(Francisca Júlia e Júlio da Silva)

Recordação


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.