segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Relógio



Mãe:
Eu sou o ponteiro do seu relógio.
Filho:
Eu sou o relógio sem ponteiro.

Saudação à bandeira

Apesar de pequenino
Vou saudar desta maneira
Esse vulto peregrino
Da nossa linda bandeira!

Senhores, olhai para Ela
Que flutua varonil
Toda assim verde e amarela
Sob o céu do meu Brasil!

Salve, pois, minha Bandeira!
A mais linda que já vi!
Viva a Pátria Brasileira
Que está refletida em Ti!
(Isabel Vieira de Serpa e Paiva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.