quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Luz



Mãe:
Eu sou a cega de nascença

Filho:
Eu sou a luz dos seus olhos.

À noite

Quando me deito, mamãe
Vem cantar junto de mim;
Enquanto papá escreve,
Mamãezinha canta assim:

"Dormem dorme, meu filhinho,
As aves etão dormindo,
As estrelas cintilantes
Lá no céu estão luzindo."

"Dorme, dorme, meu anjinho,
É noite, o papá já veio.
Teu maninho também dorme
Embalado no meu seio."

"Anunciando oito horas,
O galo cocoricou;
E lá na torre da igreja
A mesma hora soou."
(Hilário Ribeiro)

http://youtu.be/Pia8EBfzhF8

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.