quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Doce



Mãe:
Eu sou o doce sem açúcar.
Filho:
Eu sou o açúcar do seu doce.

Os dentes

Devemos os nossos dentes
Zelar com o maior rigor.
Ser, com eles negligentes,
Causa sempre dissabor.

Deles tudo se renova
Que os possa prejudicar,
Limpando-os com água e escova
Pela manhã e ao deitar.

E toda atenção é pouca
No cuidá-los muito bem.
Se entra a vida pela boca,
Entra a moléstia também.

A cárie apenas começa?
Não se dê parte de fraco;
Vá-se ao dentista depressa
Que sempre a cárie é "um buraco".

Dos dentes mantendo o asseio
Podemos ficar contentes
Pois quase não há receio
De chorar com dor de dentes.
(Bastos Tigre)

http://youtu.be/T2Xgiuz5BzA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ser Mãe é padecer no Paraíso... presente incomparável de Deus...

Customizado por Meri Pellens.